sábado, 15 de novembro de 2014

Concerto Jorge Palma no CCB

No passado dia 6 de Novembro fui ao concerto do Jorge Palma no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (CCB). Este concerto estava integrado no Misty Fest e tinha como objectivo comemorar os 25 anos do álbum Bairro do Amor, que foi considerado pela crítica como um dos álbuns do século XX da música portuguesa.
 

Mas este concerto foi muito além do álbum Bairro do Amor, que só por si já é muito, muito bom (inclui música icónicas como Frágil, Dá-me Lume, Bairro do Amor, Só,…). Jorge Palma começou por tocar o álbum TODO pela ordem de edição, mas de seguida tocou praticamente todos os seus êxitos e não só (na opinião do meu irmão João só faltou tocar Terra dos Sonhos). Foram duas horas e tal de excelente música!

Sou fã de Jorge Palma já há bastante tempo, provavelmente por influência do meu pai, e já assisti a, pelo menos, dois concertos, mas para mim este foi o melhor concerto dele a que já fui! A qualidade do som (o Grande Auditório do CCB é uma sala de excelência), dos músicos (Jorge Palma fez-se acompanhar por um conjunto de jovens músicos de excelente qualidade onde se inclui o seu filho Vicente Palma), dos arranjos musicais (algumas músicas foram acompanhadas com acordeão e/ou com trombone) e das luzes (criando para cada música o ambiente ideal) fez com que para mim fosse um concerto memorável!


Durante o concerto ao desfrutar das músicas e das letras dei por mim a pensar que efectivamente a genialidade não surge da banalidade, pois sem dúvida a vida de Jorge Palma foi tudo menos comum/banal mas isso tornou-o num músico fantástico!

Houve vários momentos que me marcaram neste concerto, no entanto não poderia deixar de referir a música Estrela do Mar por ser uma música lindíssima e por ser magistralmente tocada ao piano pelo Jorge, a música Canção de Lisboa que tocada simplesmente ao piano e ao acordeão ficou espectacular e a música Portugal, Portugal por ser uma música do início dos anos 80 mas que ainda hoje é actual!
 
video

Jorge Palma é um grande músico e um grande autor, versátil e genial, e se dúvidas houvesse este concerto foi a prova disto mesmo.

Sem comentários:

Enviar um comentário